Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Vai, sê feliz.

por aesperaparavoar, em 28.02.16

Tenho o hábito de escrever quando estou triste, quando me sinto perdida, quando preciso de clarificar as ideias na minha cabeça e não sei por onde começar.

Tentar traduzir o que sinto e penso nas palavras que escrevo é uma tarefa difícil, mas enquanto o faço sinto que as coisas começam a fazer algum sentido.

Escrevo. Escrevo palavras umas atrás das outras sem me preocupar se as minhas frases farão ou não algum sentido. Escrevo desenfreadamente com medo que alguma coisa se escape antes de eu a conseguir transpôr para o papel. Escrevo porque me acalma e eu preciso dessa calma. Preciso de me sentir em paz comigo própria. E, por vezes, ao reler aquilo que escrevi sinto a força das palavras que me encorajam a tomar uma atitude. É nessas palavras que eu acabo por encontrar as respostas que tanto procuro. É nelas que me reencontro e percebo que há mais vida para viver, que o mundo não acaba só porque algo menos bom aconteceu, que o que é realmente importante é que não deixemos de acreditar, de lutar, de reagir, e que não podemos de maneira nenhuma deixar escapar as tantas oportunidades que ainda temos pela frente. É aí que as palavras viram esperança e a angústia dá lugar ao incentivo... VAI, SÊ FELIZ!

 

Imagem relacionada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:17

Weekend mood

por aesperaparavoar, em 27.02.16

 

Resultado de imagem para tumblr girl lazy
 Resultado de imagem para tumblr panquecas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:21

Não me canso de ouvir #1 | Jessie J - Who You Are

por aesperaparavoar, em 26.02.16

Boa noite leitores!

Hoje trago-vos uma nova rubrica, uma ótima sugestão da minha querida Ana Ribeiro, que eu aceitei sem hesitar, primeiro porque adoro ouvir música, e depois porque acho que a música é uma cura para a alma. Mas bem, a música que vos trago hoje foi aquela em que pensei imediatamente a seguir a tomar a decisão de começar esta rubrica aqui no blogue, não propriamente por quem a interpreta - que por acaso até é uma cantora que admiro -, mas sobretudo pela mensagem que transmite. Todos nós temos gostos diferentes nas mais diversas áreas, depende muito da nossa personalidade, enfim, depende muito do que somos e da nossa forma de estar. Aqui vou partilhar algumas das "minhas" músicas. Espero que gostem da sugestão, e desta nova rubrica!

 

"I stare at my reflection in the mirror

Why am I doing this to myself

Losing my mind on a tiny error

I nearly left the real me on the shelf

No, no, no, no

 

Don't lose who you are, in the blur of the stars

Seeing is deceiving, dreaming is believing

It's okay not to be okay

Sometimes it's hard

To follow your heart

But tears don't mean you're losing

Everybody's bruising

Just be true to who you are."

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:22

1 ano e 8 meses de blogue

por aesperaparavoar, em 21.02.16

O blogue está quase a celebrar 1 ano e 8 meses! O tempo passou a correr e muito já se escreveu por aqui, desde partilhas, textos, opiniões, enfim... 

Recebemos já neste cantinho visitas dos "quatro cantos do mundo" e vivemos experiências muito gratificantes. Após tudo isto, tenho sempre curiosidade de saber mais sobre quem está desse lado. Sobre o que acham do blogue, que temas gostariam de ver abordados, sugestões, opiniões, enfim, é sempre muito bom poder receber o vosso feedback, portanto, conto convosco para o partilharem comigo!

 

Resultado de imagem para flores tumblr

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:53

Inspiração para o fim-de-semana...

por aesperaparavoar, em 19.02.16

   

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:35

Às vezes é preciso perder para depois se ganhar.

por aesperaparavoar, em 17.02.16

Tudo tem o seu tempo. Pelo menos eu acredito nisso, embora a vida goste sempre de nos presentear com surpresas (agradáveis ou nem por isso) e portanto, por vezes, seja complicado pensar destar forma.

O tempo, a meu ver, e ao contrário do que dizem, não "cura tudo". Por vezes ele disfarça e atenua certas memórias e sentimentos, mas outras ele intensifica-as. A saudade é o exemplo mais claro de que o tempo não "cura tudo". A saudade de alguém não é algo que o tempo cure nem desvaneça, mas sim algo com que temos de ser nós a aprender a lidar e conviver. Tal como em muitas outras coisas da nossa vida. 

O tempo é apenas uma variável e por vezes é preciso revertê-la a nosso favor. Embora o tempo não seja uma "cura milagrosa", por vezes é preciso "dar tempo ao tempo" para que, com calma, mas sempre com atitude, as coisas corram como desejamos. 

Acredito que há coisas que não acontecem por motivos que, embora nos sejam desconhecidos, existem e que por vezes elas não acontecem num momento para acontecerem noutro. Às vezes é preciso saber esperar, e mesmo na inquietude, acreditar. Às vezes é preciso perder para depois se ganhar. É preciso experimentar a tristeza para se aprender a dar valor aos momentos alegres. É preciso que sejamos postos à prova e que revelemos a nossa força. Acima de tudo, é preciso não desistir e manter a capacidade de enfrentar os obstáculos que se vão colocando à nossa frente Dar o melhor de nós no mínimo que fazemos. Cada dia é uma nova oportunidade. É necessário que a agarremos. E, no final, da forma que nós esperávamos ou de outra, há-de dar tudo certo. Acreditemos nisso, lutemos para isso, e enquanto isso não acontece, vivamos cada dia com alegria e esperança, porque não se esqueçam, a energia que nós exteriorizamos é aquela que atraímos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:44

Aos amores verdadeiros ❤

por aesperaparavoar, em 14.02.16

        

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

Amar não chega. Gostar, "achar piada", sentir-se bem com o outro é muito pouco. É preciso mais, é preciso tanto mais do que isso. É preciso confiança, amizade, carinho, compreensão, capacidade de ceder quando é necessário, e, acima de tudo, é preciso respeito. Muito respeito.

Atenção, não sou nenhuma expert sobre o amor nem nada que o valha, aliás, raramente faço comentários sobre este assunto, mas confesso que hoje em dia me faz um bocadinho de confusão ver certas relações. Não, não se trata de ter inveja de nada nem de ninguém nem sequer de desejar mal às pessoas (que não faz, de todo, parte da minha maneira de ser), simplesmente acho que há pessoas que não têm maturidade para assumir uma relação, e que algumas nem sequer fazem ideia do que realmente implica uma relação. E não pensem que isto é uma ideia sem fundamento, acreditem, já o pude comprovar com os meus próprios olhos várias vezes. Chego a perguntar-me como é que é possível que as pessoas permitam certas faltas de respeito e mais, se permitam faltar-se ao respeito a elas próprias. Lá porque se está numa relação, porque se gosta ou porque se ama alguém não se pode tolerar tudo, e nem é saudável que se movam "mundos e fundos" para agradar à outra pessoa passando por cima do que realmente somos e fazendo sacrifícios para ser quem não somos. Tenho cá para mim que "amor", "amar" e "amo-te" são, entre outras, palavras que ultimamente têm sido muito banalizadas em vez de sentidas. As pessoas dizem-nas a torto e a direito e por vezes não pensam na dimensão que elas têm. É por isso que eu acho que "amor é outra história", e que uma relação vai muito para além disso. É preciso muita maturidade para que uma relação dê certo. É preciso estarmos de bem connosco para nos podermos dar ao outro. Mas acima de tudo, é preciso sentirmos a confiança necessária para tal, e sentirmos também que podemos ser nós mesmos sem qualquer filtro. E é tão bom quando pudemos ser completamente nós e quando sabemos que somos aceites tal e qual somos e gostam de nós mesmo assim. É claro que há sempre uma vontade de agradar e de sentir que fazemos a outra pessoa feliz. E isso, sem excessos, é saudável e perfeitamente normal. O amor é um sentimento complexo e cada pessoa tem a sua forma de o viver, de o sentir. O amor vai muito para além das palavras, ele expressa-se nos gestos, nos sorrisos, nos suspiros, no brilho dos olhos, e nas mais pequenas coisas. Mas esse amor nunca é só amor, é isso e muito mais, por isso é que nem todas as histórias de amor têm finais felizes. 

 

Imagem relacionada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35

Pensamentos felizes ❤

por aesperaparavoar, em 12.02.16

... para um fim-de-semana que se prevê muito chuvoso, mas, de/com muito amor, como deverá acontecer todos os dias!

tumblr_ly804fllxn1qz4d4bo1_1280.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:33

Tenho saudades tuas.

por aesperaparavoar, em 10.02.16

O tempo ditou que seguíssemos caminhos diferentes e nós não fomos fortes o suficiente para o contrariar. Pareceu tudo tão fácil de aceitar para ti, mas para mim não foi assim. E tu, bem, tu tens o dom incrível de me fazer querer-te quando já não te quero.

Há momentos em que percebemos que é altura de deixar ir. Admitir que uma pessoa que já foi tudo para nós já não faz mais parte da nossa história não é fácil, sobretudo quando o nosso pensamento é teimoso e teima insistentemente em relembrar coisas das quais queremos fugir. Tu és a minha fraqueza. Por mais que me proíba de te querer, de pensar em ti, no que já fomos e no que, inevitavelmente, ainda és para mim, o meu pensamento continua a não deixar que te tornes passado. E eu queria tanto que o fosses realmente. Sim, queria tanto poder sentir que és passado e que já não sinto a tua falta. Digo-o e repito-o tantas vezes para mim própria, mas nunca resulta. E quanto mais quero esquecer, mais me lembro.

Deixar ir não é fácil, mas, nestes casos é mesmo necessário. E eu sei disso, palavra que sei, por isso é que deixei que te fosses embora. 

Ainda assim, és a minha maior tentação. O teu sorriso continua a pairar todos os dias na minha memória, os momentos que partilhá-mos continuam a virar-se contra mim e a fazer-me desejar viver mais momentos assim, contigo.

Queria não te querer, mas quero. Queria que me fosses indiferente, mas TENHO SAUDADES TUAS, e do teu jeito desajeitado, da tua forma de lidar com as coisas, com a vida, comigo. É, tenho saudades disso. Sei viver sem ti, mas, era tudo tão diferente quando estavas comigo. A vida parecia tão mais descomplicada, mais leve, mais feliz. E havia sempre aquele conforto de ter os teus braços à volta do meu corpo, de sentir a tua respiração, o teu amor. E eu sei, é um erro. É errado querer-te tanto quando, na verdade, o que tínhamos já acabou, mas, é um impulso tão forte que eu não sei controlar. 

E por mais que eu diga que não, ou me queira convencer disso, o meu coração continua a ser teu. 

 

Mais um excerto de uma história que tenho andado a escrever.

Como sempre, espero (muito) que gostem.  

 

Resultado de imagem para mulher triste tumblrResultado de imagem para mulher triste tumblr

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:04

Ele

por aesperaparavoar, em 07.02.16

Ele não me fez suspirar da primeira vez que o vi. Não me fez sequer ficar parada com os olhos fixos nos dele, com aquele sorrisinho no rosto de quem se apaixonou à primeira vista. Ele era um rapaz como tantos outros, e a minha curiosidade relativamente a ele provinha apenas do facto de ser o único que eu não conhecia. Mas depois, com o passar tempo, ele tornou-se único por muito mais motivos. 

Ele não foi pessoa com quem eu simpatizei de imediato, mas cada dia que passou depois de nos conhecer-mos me fez perceber o quão estava enganada. Ele tornou-se um amigo, um daqueles que toda a gente devia ter. Só o sorriso dele era suficiente para me fazer sorrir também. Só a forma descontraída como ele encarava a vida fazia-me sentir mais tranquila em relação à minha, só o olhar dele fazia-me esquecer momentâneamente o turbilhão de coisas a acontecer dentro de mim e transmitia-me a calma que eu nunca tive. 

Eu sempre fui uma pessoa muito bem resolvida, até ao momento em que senti que me estava a apaixonar por ele. Eu confiava nele, aliás, ele era a pessoa em quem eu mais confiava. Ele dáva-me atenção, carinho, ouvia-me e tinha sempre uma palavra para me dizer, fosse para me confortar ou para me fazer sorrir. De vez em quando desafiava-me e, céus, isso era o que mais me desconcertava. Aqueles joguinhos em tom de desafio, o atrevimento, as brincadeiras. Ele tirava-me do sério. Dáva-me vontade de o puxar para mim e de o beijar.

Ele fazia-me feliz. Acima de tudo, ele respeitava-me e fazia-me sentir em paz comigo mesma e com a vida. Nunca ninguém me tinha tratado assim, nunca ninguém me fez sentir aquilo que eu senti de todas as vezes que estive com ele. E nunca ninguém me tinha ensinado tantas coisas. Ele ensinou-me muito, inclusivé ensinou-me que a felicidade são momentos, não uma constante. Ensinou-me que a vida não pára e que não vale a pena perder tempo a tentar adivinhá-la. E que também não vale a pena fazer muitos planos nem tentar ter controlo sobre tudo, e que é em não termos controlo sobre tudo que está a magia da vida. Ele ensinou-me que eu terei sempre momentos de sofrimento e de tristeza, mas, desde que eu não me esqueça de quem sou, da força que tenho dentro de mim, e do caminho que percorri, eu voltarei sempre a ter momentos felizes. E é disso que que eu me lembro sempre que penso nele.

 

Resultado de imagem para homem triste tumblr

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:23

Devia ser passado mas está presente

por aesperaparavoar, em 06.02.16

É passado mas continua presente. As memórias permanecem por mais que se queiram esquecer, as palavras, algumas que ficaram por dizer e outras ditas, continuam no pensamento. Às vezes dói. Magoa, causa revolta.

O olhar transparece desilusão e por mais que o melhor seja seguir em frente e largar o que já não faz sentido continuar amarrado ao que somos, ao que sentimos, é tão difícil fazê-lo. E por vezes sinto-me perdida, entre o que fui e o que sou, e o que quero ser e não sei como lá chegar.

 

Excerto de uma pequena história escrita por mim intitulada "Devia ser passado mas está presente"

 

Imagem relacionada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20

Ama-te

por aesperaparavoar, em 01.02.16

Podes ainda não ter concretizado os teus sonhos, ou uma grande parte deles. Podes ter objetivos que ainda não conseguiste cumprir ou até mesmo vontades guardadas dentro de ti desejosas para serem concretizadas mas que, por um motivo ou por outro ainda não o foram. Podes não ser ainda a pessoa que queres ser. Podes não gostar do que vês no espelho quando te olhas nele. Podes sentir que estás perdida e que não sabes qual o caminho a seguir. Podes-te sentir a pior pessoa do mundo ou até mesmo alguém para quem a vida não faz sentido. Podes sentir tudo isto e achar que não vale a pena, que não tens forças para mais e conformares-te que a vida é esta rotina triste e desajeitada, mas não é. Há momentos difíceis e obstáculos que parecem insuperáveis. Na vida vão existir sempre esses obstáculos, habitua-te. Ah, e eles podem surgir quando menos esperas, por isso, não tentes prever tudo nem fazer planos exagerados a longo prazo. A vida vai pôr-te à prova e, há dias em que vais sentir-te derrotada, não tenhas medo, todos nós temos desses dias embora alguns tenham demasiado orgulho para o assumir. Todos temos fraquezas e momentos de receio, mas a coragem está precisamente em tomar a decisão de não desistir, de lutar cada dia. Luta por ti, pelo que te faz bem, pelo que te faz feliz. Ama-te. Só quando aprenderes a amar-te a ti mesma e quando estiveres em paz contigo própria é que vais conseguir amar os outros e estar em paz com eles também. Ser confiante não é ser convencida. Ser otimista não é ser irrealista. Sonhar com o que pode parecer impossível não é um pecado, mas atreve-te, não fiques só pelo sonho, corre atrás dele, esforça-te para que ele se torne realidade. Adversidades vão surgir sempre. Tudo na vida tem um lado bom e um lado mau, terás de aprender a conviver com isso e a tirar o melhor partido de cada um deles, com a certeza de que tudo é bagagem, experiências que levas contigo para onde quer que vás e que te tornam uma pessoa cada vez mais forte, mais madura, mais recetiva a aventuras e a sair da tua zona de conforto. Arrisca. Coisas incríveis acontecem quando te desafias a experienciar aquilo que jamais te imaginarias a fazer ou a viver. No teu percurso vais também cruzar-te com muitas pessoas, todas elas diferentes, todas elas com algo para te ensinar. Umas ficam na tua vida, outras vão, mas todas elas te marcam de alguma forma e te permitem aprender alguma coisa, seja pela positiva ou pela negativa. E assim tu vais também percebendo em quem podes confiar, com quem podes contar. Vão sempre haver pessoas prontas a deitar-te abaixo, pessoas que pretendem aproveitar-se das tuas fragilidades ou momentos menos bons para te martirizar e para te fazer sentir ainda pior, pessoas que não querem o teu bem nem se importam sequer se podes sofrer com o mal que te fazem, mas calma, também há pessoas que vão estar lá para ti quando precisares, que apesar dos teus erros vão continuar a amar-te, a apoiar-te, a respeitar-te, e a procurar que estejas bem e feliz. A propósito, respeita-te! Ah, e não tenhas medo de errar, mas tenta não cometer os mesmos erros vezes sem conta, ainda assim, é errando que se aprende. Não duvides de ti. És muito mais forte do que imaginas, és capaz de muito mais do que julgas, basta acreditares. Fá-lo por ti. Acredita em ti. Não tenhas dúvidas de que és bonita e de que tens bastantes capacidades. Tens qualidades e claro, defeitos como toda a gente os tem, não fiques a vida toda a lamentar-te por isso, aprende a viver com eles ou então faz o que estiver ao teu alcance para conseguires melhorá-los. Perdoa-te e não te aprisiones ao passado. Permite-te avançar no tempo, ainda há muito caminho pela frente. Respira fundo. Enche-te de força. Vai e vive. Vive a vida e aproveita-a o melhor que conseguires, e não te esqueças de sorrir, qualquer pessoa fica bonita a sorrir!

 

Resultado de imagem para tumblr baloiço

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:38


A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D