Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A pessoa em que me tornei

por aesperaparavoar, em 08.06.15

E se a alguns o tempo traz prosperidade, a mim brindou-me com fatalidades. Tinha de mim a imagem de alguém que sonha como uma criança, que imagina mundos para lá de paredes mágicas e que acredita em varinhas de condão. O tempo tornou-me alheia a tudo isso, ou talvez tenha sido eu a encarregar-me disso e lhe deite agora as culpas. Eu sonhava, sonhava muito. Eu queria ser mais. Mas por entre os sonhos e as vontades afogadas em sentimentos contraditórios, eu esqueci-me de lutar por mim. E desiludi-me. Deixei então que a minha zanga me prendesse a alguém que me impediu de continuar a pintar retratos alegres e me esvaziasse o interior. Foi assim que me tornei uma pessoa vazia, amarga, frustrada e vítima da minha batalha contra mim própria.

 

5-Minutos-Dia-da-Mulher.jpg

 

(Este excerto foi retirado de uma breve história que escrevi ("Memórias de um dia (in)esperado").

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20



A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D