Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As pessoas que gostam de nós

por aesperaparavoar, em 17.05.15

Este é um post que já andava para partilhar à algum tempo. Na vida cruzamo-nos com muitas pessoas, óbviamente identificamo-nos mais com umas do que com outras, ou não fossemos todos diferentes. A questão dos afetos é, muito provalvelmente, a mais delicada de todas. Mesmo sem nos apercebermos muitas das coisas que fazemos e especialmente como as fazemos partem da forma como as vemos e dos sentimentos que elas despertam em nós. Desde que nascemos que estamos (ou assim é comum) rodeados de pessoas. Começamos por conhecer uma família e, logo aí, existem familiares com quem temos mais afinidade do que outros. Costumo dizer que há familiares que o são sem nunca o terem sido. Mesmo dentro de uma família há pessoas tão distantes de nós, algumas que só vemos de ano a ano ou outras que vemos de vez em quando e quase que agimos como se nos fossem desconhecidas, tal é a falta de confiança e de laços entre nós. À parte da família, temos depois outras pessoas. Costumo dividi-las em três grupos: os amigos, os conhecidos e os desconhecidos (necessáriamente por esta ordem). Quando eu era pequenina e andava na escola primária eu achava que tinha imensos amigos - talvez na altura até tivesse - e que iríamos todos dar-nos bem para sempre. Com o passar dos anos aprendi que nem todos aqueles que conhecemos são efetivamente nossos amigos. Acho que o conceito de amizade fica muito mais nítido quando começamos a crescer e a perceber que há pessoas que só estão connosco por rotina, e não por gostarem de nós ou se preocuparem connosco, aliás, com algumas delas a situação é exatamente o oposto. 

Um amigo é mais do que um colega que está todos os dias connosco no mesmo espaço e com quem de vez em quando até temos uma conversa mais ou menos superficial. Um amigo é alguém que está connosco nos bons e nos maus momentos, que nos conhece, nos aceita e nos respeita, e em quem sabemos que podemos confiar. Um amigo não precisa de estar connosco todos os dias, a toda a hora, pois há muitas formas de estar presente sem ser preciso estar todos os dias com uma pessoa. E tudo isto faz a diferença. Um amigos preocupa-se connosco e repreende-nos se tivermos errados. Caminha connosco, gosta de nós. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59



A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D