Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Hoje li, por acaso, uma coisa muito simples que me fez divagar e se tornou "a deixa ideal" para o tema da nossa rubrica.

 

   

 

A verdade é que quanto falamos em sentimentos as coisas mudam de figura. É sempre difícil falar deles, para já não dizer que descrevê-los com palavras não é tarefa fácil. Cada pessoa tem a sua própria de sentir, de gostar, de expressar os seus sentimentos, ou então de os guardar para si. A meu ver as coisas não são tão lineares como refere a imagem, "se somos frios magoamos as pessoas, se somos sensíveis as pessoas magoam-nos a nós", mas não deixa de ter a sua quota parte de verdade. Creio que seja possível um meio termo, embora por vezes as pessoas tendam a fechar-se na sua concha e se inibam de se expressarem por medo de serem mal recebidas, de não serem aceites, de serem magoadas, outras vezes, esse receio traduz-se numa frieza que lhes serve de capa, uma máscara inflexível com a qual pretendem que as vejam como sendo fortes e capazes de ultrapassar tudo sem qualquer problema. Todos sabemos que não é bem assim. Acredito que todos temos capacidade de sentir e todos, em muitos momentos até, agimos por força daquilo que sentimos em detrimento do resto, e nem sempre isso é bom. É claro que devemos seguir o nosso coração e fazer as coisas com sentimento, mas há alturas em que os sentimentos nos motivam a ter atitudes impulsivas que tomamos e mais tarde nos arrependemos. É por isso que existe a razão. Efetivamente há momentos em que é preciso pensar mais com a razão e menos com o coração, e vice-versa também. É por isso que a vida não vem com um manual de instruções e tem dias em que tudo parece dar errado, porque não há fórmulas nem pessoas iguais, porque os sentimentos são vividos por cada um de uma forma muito diferente e expressados de muitos modos. É por isso que a vida é uma aventura e cada dia trás consigo o desafio de vivermos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:17



A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D