Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"O Primeiro Voo" por Ana Ribeiro

por aesperaparavoar, em 20.09.15

Como referi num dos posts anteriores, faz já alguns dias enviei os meus dois livros para a Ana Ribeiro do blogue Escreviver - [Portefólio de Escrita] que, para minha admiração, os leu num piscar de olhos. Depois de me ter dado a sua opinião sobe o primeiro livro que publiquei, partilho hoje convosco a sua crítica ao meu mais novo, o meu romance. Deixo-vos assim com a opinião da Ana, tal e qual como ela partilhou no seu blogue. Desde já, o meu muito obrigada!

 

"Mais um livro terminado. Terminei ontem este segundo livro da Ana Filipa Batista e que grande livro, posso começar por vos dizer. Que talento inigualável para a escrita (e volto a repetir o que já disse na resenha do primeiro livro da Ana, é que há bastante gente maldosa por aí. Os elogios que teço á Ana não são feitos pelo facto de comunicar frequentemente com ela; são sentidos. Acreditem que ela tem um talento gigante: mesmo!), estou oficialmente rendida (e vocês também vão ficar), vou querer ler muito mais livros dela e outras coisas. Espero que ela nunca pare de escrever.

 

“Aqui as pessoas têm pressa, uma pressa compulsiva como se cada minuto fosse uma vida, e se calhar é. Têm pressa de chegar, não sei onde, mas têm pressa de chegar, talvez aos empregos, às escolas para deixarem os filhos, pressa de encontrar quem espera por elas, pressa de viver”. (…)

 

Este livro da Ana superou largamente as minhas expectativas, nota-se uma evolução tão grande na escrita, tão madura (mais ainda que no primeiro sem de todo perder a simplicidade, que penso que caracterizará a maneira de ser e estar da autora), nada que eu não esperasse. Essa evolução na escrita tornou a história mais tocante, mais emocionante, mais envolvente, mais intimista capaz de nos prender até ao fim. O tipo de livros que adoro – ontem comecei a leitura ás 20h e acabei ás 23h -, é fácil gostar e deixarmo-nos levar. A escrita da Ana conquista e prende de tão rica que é, tão forte, tão madura e trabalhada, facilmente nos deixamos conquistar e nos esquecemos da idade da Ana, parece que escreve há anos.

Daí que este livro me tenha tocado imenso, é bastante intenso e a história está bastante bem conseguida, estruturada e organizada, houve capítulos (para não dizer todos) em que estava a viver o que estava a ler e isso é tão bom, vieram-me as lágrimas aos olhos. E eu adoro quando os livros me fazem sentir essa intensidade. Identifiquei-me com a Margarida, revivi momentos da minha vida com ela, nomeadamente os tempos de infância passados com a minha falecida avó tão parecidos aos da Margarida, revivi essa perda na perda que a Margarida vai viver na história.

 

“Acho que a verdadeira vida está longe daquilo que temos, acredito que vivemos muito mais quando nos afastamos do que possuímos e nos damos à vida, aos outros”.

 

Acredito que muitos jovens se irão rever na Margarida, nos seus sonhos, nas suas dificuldades, nos seus obstáculos: na sua luta, nas suas conquistas. A maneira de pensar e de agir. Talvez possa reflectir a situação precária porque os jovens passam hoje em dia.

Um leitura incrível que recomendo.

Aqui fica mais um parágrafo de que gostei:

“Agora sei que toda a gente se cruza na nossa vida por um motivo: uns dao-nos a força que precisamos para vencer os nossos obstáculos, outros obrigam – nos a provar a força que temos em nós. Todas essas pessoas são importantes, mais ainda quando, no final, temos a possibilidade de escollher quais delas queremos que fiquem para sempre ao nosso lado”."

 

Ana Ribeiro

 

 

 

Nota: O romance O PRIMEIRO VOO encontra-se disponível para venda em várias livrarias do país, bem como online, nomeadamente nas livrarias FNAC, Bertrand e WOOK. Caso o livro não esteja disponível de momento é possível encomendar.

Podem também adquirir exemplares comigo, e nesse caso o livro seguirá por correio, já autografado. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:33


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.09.2015 às 14:47

Obrigada eu :).

Ando com vontade de o reler novamente, não tive etiquetas suficientes para tantas lições de vida que encontrei.

Excelente!

Beijinhos, querida Ana!
Imagem de perfil

De aesperaparavoar a 20.09.2015 às 14:51

Fico muito feliz com isso, Ana!
Um beijinho enorme
Sem imagem de perfil

De Joana Reis a 24.09.2015 às 17:42

Eu comprei os teus dois livros e devia estar louca em comprar, estes dois livros que espelham o teu fracasso. Quando dizes que estão à venda na FNAC e na Livraria Bertrand, não é mais do que um rol das tuas mentiras. Eu contactei a FNAC e a Livraria Bertrand e nunca colocariam à venda livro que não tem projecção comercial, isto é, valor comercial, uma vez que os livros são cópias imperfeitas de uma, dita com a minha educação, de uma gaja que acordou a tombar para o fracasso e para obrigar os humanos a cortar uns milhares de árvores para fazer apenas dois livros que espelham a idiotice de quem não sabem o que é verdadeira literatura. Não sei porque te cansas a espelhar o teu fracasso; se tivesses conseguido agarrar a única pessoa que te poderia ajudar, a esta hora, tu estarias com uma outra projecção e já terias vendido todos os teus livros e não andavas, para ai, tao desesperada a fazer de comercial. Quem faz demasiada publicidade, é a mostra que as coisas não são assim tão bem conseguidas como fazes tao bem enganar as pessoas. Devias ter vergonha. Outra coisa, porque não pedes perdão a quem tens ofendido, até pode ser que, nessa altura, tenhas dado um momento de paz, um momento sem tropeçar na tua mendicidade e mediocridade. Vê, se páras, raios!!!
Imagem de perfil

De aesperaparavoar a 24.09.2015 às 18:34

Joana, apenas uma pergunta: porque é que simplesmente não desiste de mim e pára você? Viva a sua vida senhora, e deixe a minha em paz!
Sem imagem de perfil

De Daniela Mendes a 06.10.2015 às 19:59

Eu tenho lindo o teu blog e concordo com tudo o que foi dito sobre ti. A tua vontade não é mais forte que o fracasso das vendas dos teus livros. Quando dizes que os teus livros estão à venda online na FNAC, é mentira, está indisponível, porque a FNAC, através de um contacto meu, disse que retirou os teus livros, por estar fora do circuito comercial. Sabes o que eu tenho pena, é continuares a enganar-te, dizendo que és uma escritora e tenho pena que andes a enganar as mentes fracas e os mais distraídos. Por outro lado e, por fim, eu gostei muito do que disse o Fernando Mota, acerca de ti, embora, não tenhas levado muito à sério as palavras dele. Devias, é um conselho meu, agarrares-te a quem pode fazer muito por ti e tu, nem sequer tinha o cérebro ligado ou sintonizado na onda de receberes ajuda ou deixares que o teu orgulho doentio atrofie as tuas aventuras literárias. Passado tanto tempo que tens este blog, nem com os sucessivos erros aprendes. Eu sou uma escritora que tem tido sucesso e acredita numa coisa, não deixo ninguém para trás, por negligência, estupidez ou infantilidade. Não sei que impacto terá estas palavra na tua vida, mas acredita que eu fiz aquilo que não soubeste aproveitar, foi o facto de juntar-me a escritores da cidade de Coimbra e foi a melhor experiência que ainda estou a viver. Eu conheci o Fernando numa palestra que ele deu na Casa Municipal da Cultura, sobre o tema poético de Luís Vaz de Camões e foi uma experiência enriquecedora. Nesse dia da palestra, onde estivestes e o que fizestes? Provavelmente a tirar o pó aos teus livros na Wook ou a mentir que a venda dos teus livros são um sucesso, enquanto nós sabemos que são um fracasso de vendas. Procura-me, no dia 28 de Novembro de 2015, no Café Santa Cruz, às 16 horas, pode ser que aprendas alguma coisa. Vou lá estar com os verdadeiros poetas e escritores da Cidade de Coimbra. Só para ti, o Fernando Mota, confirmou a sua presença, pode ser que aprendas alguma coisa com ele e mudares de opinião que tens acerca dele.

Um beijo da Daniela Mendes.

Comentar post



A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D