Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Aos amores verdadeiros ❤

por aesperaparavoar, em 14.02.16

        

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:04

Amar não chega. Gostar, "achar piada", sentir-se bem com o outro é muito pouco. É preciso mais, é preciso tanto mais do que isso. É preciso confiança, amizade, carinho, compreensão, capacidade de ceder quando é necessário, e, acima de tudo, é preciso respeito. Muito respeito.

Atenção, não sou nenhuma expert sobre o amor nem nada que o valha, aliás, raramente faço comentários sobre este assunto, mas confesso que hoje em dia me faz um bocadinho de confusão ver certas relações. Não, não se trata de ter inveja de nada nem de ninguém nem sequer de desejar mal às pessoas (que não faz, de todo, parte da minha maneira de ser), simplesmente acho que há pessoas que não têm maturidade para assumir uma relação, e que algumas nem sequer fazem ideia do que realmente implica uma relação. E não pensem que isto é uma ideia sem fundamento, acreditem, já o pude comprovar com os meus próprios olhos várias vezes. Chego a perguntar-me como é que é possível que as pessoas permitam certas faltas de respeito e mais, se permitam faltar-se ao respeito a elas próprias. Lá porque se está numa relação, porque se gosta ou porque se ama alguém não se pode tolerar tudo, e nem é saudável que se movam "mundos e fundos" para agradar à outra pessoa passando por cima do que realmente somos e fazendo sacrifícios para ser quem não somos. Tenho cá para mim que "amor", "amar" e "amo-te" são, entre outras, palavras que ultimamente têm sido muito banalizadas em vez de sentidas. As pessoas dizem-nas a torto e a direito e por vezes não pensam na dimensão que elas têm. É por isso que eu acho que "amor é outra história", e que uma relação vai muito para além disso. É preciso muita maturidade para que uma relação dê certo. É preciso estarmos de bem connosco para nos podermos dar ao outro. Mas acima de tudo, é preciso sentirmos a confiança necessária para tal, e sentirmos também que podemos ser nós mesmos sem qualquer filtro. E é tão bom quando pudemos ser completamente nós e quando sabemos que somos aceites tal e qual somos e gostam de nós mesmo assim. É claro que há sempre uma vontade de agradar e de sentir que fazemos a outra pessoa feliz. E isso, sem excessos, é saudável e perfeitamente normal. O amor é um sentimento complexo e cada pessoa tem a sua forma de o viver, de o sentir. O amor vai muito para além das palavras, ele expressa-se nos gestos, nos sorrisos, nos suspiros, no brilho dos olhos, e nas mais pequenas coisas. Mas esse amor nunca é só amor, é isso e muito mais, por isso é que nem todas as histórias de amor têm finais felizes. 

 

Imagem relacionada

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:35


A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D