Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dia Mundial do Livro

por aesperaparavoar, em 23.04.16

Em todas estas situações da nossa vida é importante estarmos motivados, empenhados, confiantes. É essencial não nos cingirmos apenas aos desejos, aos sonhos, e fazermos das nossas vontades a força e a determinação necessárias para agir, para lutar para alcançarmos os nossos objetivos e mover-nos, a nós e à nossa vida, num determinado sentido, em direção a algo que desejamos e que tem realmente significado para nós. 

Hoje, não apenas por ser o dia mundial do livro, tenho presente a importância que os livros têm para mim... Um livro é um companheiro de todas as horas, que nos arrebata e que nos faz viver mil e uma vidas, que nos prende a uma história que não é a nossa, mas que até poderia ser. Um amigo que nos transporta para realidades tão diferentes e que por diversos momentos nos permite esquecer a nossa própria realidade, que nos marca, que nos ensina, que nos acrescenta.

No dia mundial do livro, os meus livros...

 

571e013e-593e-4771-9c75-331a140b0f47.jpg

82388d52-daaa-40ce-8bfe-25c2ff780a7c.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34

Quanto aos presentes

por aesperaparavoar, em 22.12.15

Embora para mim o verdadeiro significado do Natal não esteja nos presentes, tal como referi no post anterior, é sempre aconchegante receber miminhos, sobretudo quando eles nos são oferecidos com carinho e não por sentimento de obrigação. Quando era miúda delirava imenso com o facto de ver aparecer os embrulhos debaixo da árvore, cheia de curiosidade para descobrir o que estava dentro deles. Lembro-me do entusiasmo com que aguardava a chegada da meia-noite para poder começar a abrir cada um dos presentes e da felicidade desapercebida com que o fazia. Hoje em dia já não é bem assim, até porque os meus "presentes" são quase todos comprados por mim, à medida que preciso deles. Acho que quando somos nós a gerir o nosso dinheiro somos automaticamente obrigadas a fazer uma gestão muito mais cuidadosa e pessoalmente julgo que isso é uma ótima lição para a nossa vida futura. Ainda assim, da família surgem sempre alguns miminhos, e às vezes, mesmo que seja apenas uma "lembrançinha", é bom ver que as pessoas me conhecem e que conseguem ir de encontro aos meus gostos. 

Hoje recebi um presente. Já não tenho por hábito esperar pelo dia 24 para abrir os embrulhos uns a seguir aos outros. A maior parte vou-os abrindo à medida que me são oferecidos. Recebi um livro de uma autora que não conheço, Juliette Fay, e fiquei bastante curiosa para o ler, por isso, é capaz de ser a minha próxima leitura. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:23

Livros: TOP 3

por aesperaparavoar, em 04.10.15

Pois é, últimamente o tempo voa e não tenho tido tanto tempo para dedicar à leitura como gostaria - já se previa, mas, há sempre esperança - contudo, aproveito esta altura do ano (perto do Natal) para começar a ver as novidades que surgem em termos de novos livros e de novidades no que toca a traduções de autores que costumo ler com frequência. Como sou parceira da wook e sou cliente assídua da bertrand, recebo constantemente no meu e-mail as novidades acabadas de chegar e, por vezes, sinto-me extremamente tentada. Para mim investir dinheiro em livros não é, de todo, empregar mal o dinheiro, mas a verdade é que uma pessoa que gosta tanto de ler como eu, tem de se controlar. Costumo aproveitar as chamadas "épocas festivas" para me mimar com aquilo a que chamo "de mim para mim" e, salvo raras excepções, isso incluí sempre um livro (pelo menos um). Ainda faltam 3 meses para o Natal, mas, este ano já estou mais do que decidida em relação aos livros que pretendo mesmo adquirir/ler e decidi partilhar isso convosco. São 10 títulos na "wishlist", mas, vão ser adquiridos com algum espaçamento, para o impacto não ser tão grande (na carteira).

Aqueles que estou mesmo curiosa/ansiosa (como quem diz "mortinha") para ler são:

 

1. A Rapariga no Comboio, de Paula Hawkins 

 

 

Este é um livro que já quero ler há imenso tempo. Já ouvi falar muito bem dele e, pelas páginas que pude ler no Wook, fiquei completamente rendida. Acho que era impossível não ficar. 

"Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.
Até que um dia...
Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada.
Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos."

 

2. De Amor e Sangue, de Lesley Pearse

 

 

A ASA voltou a publicar - muito recentemente - mais um livro da Lesley. Quem já segue o blogue há algum tempo sabe que Lesley Pearse é das (senão "a") minhas autoras favoritas. Gosto imenso da forma como (d)escreve as suas personagens e histórias. Tenho todos os livros que estão já publicados em Portugal, com exceção deste, por isso, vai mesmo ter que ser...

"Somerset, 1836.
A recém-nascida Hope é a prova viva do adultério da mãe, a aristocrata Lady Harvey. A sua chegada a este mundo não é festejada e as lágrimas em seu redor não são de alegria. Imediatamente arrancada àquele meio privilegiado e entregue nas mãos dos Renton, uma família pobre mas acolhedora, Hope cresce sem saber a verdade sobre as suas origens. E quando chega o dia em que também ela tem de começar a contribuir para o sustento da família, é precisamente para os Harvey que trabalha. Deslumbrada perante a mansão luxuosa, a elegância dos seus patrões e a beleza que os rodeia, Hope enfrenta com brio e gratidão a extenuante rotina de trabalho.
Mas a descoberta de uma ligação proibida vai lançá-la sozinha para as ruas, para uma vida de miséria e solidão. É na adversidade, porém, que descobre uma força interior que desconhecia, bem como um talento para ajudar os mais fracos. Trata-se de um dom que não passa despercebido ao Dr. Bennett, que a leva consigo para a Crimeia, para ajudar a tratar dos feridos vindos dos sangrentos campos de batalha. Mas os segredos do passado teimam em vir ao de cima, e Hope tem ainda um longo caminho a percorrer na tentativa de enfrentar o legado do seu nascimento."

 

3. As Gémeas do Gelo, de S. K. Tremayne 

 

 

O que mais me fascina mais neste livro é o facto de ser uma história completamente diferente de todas as que já li, e é por isso mesmo que estou tão curiosa para o ler, por isso, e porque e estou igualmente muito expectante quando à escrita de Tremayne, um jornalista que já assinou textos para conceituados jornais como o Times, o Daily Mail, o Sunday Times e o Guardian.

"EU SOU A KIRSTIE
EU SOU A LYDIA
EU SOU CONFIANTE E ANIMADA
EU SOU PENSATIVA E SOSSEGADA
EU ESTOU VIVA
EU ESTOU MORTA
QUAL DELAS SOU?

Lydia e Kirstie tinham 6 anos e eram gémeas idênticas. Quando Lydia morre acidentalmente na queda de uma varanda, os pais mudam-se para uma pequena ilha escocesa, na esperança de reconstruírem, com a filha que lhes resta, as suas vidas dilaceradas.
Mas um ano depois, a gémea sobrevivente acusa os pais de terem cometido um erro e afirma que quem caiu da varanda foi Kirstie e não ela.
Na noite em que uma tempestade assola a ilha e deixa mãe e filha isoladas, elas dão por si a serem torturadas pelo passado e por visões inexplicáveis, que quase as levam à loucura. O que terá acontecido realmente naquele fatídico dia em que uma das gémeas morreu?"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:12

Palavras do Mundo

por aesperaparavoar, em 20.03.15
Ao longo desta semana comemorou-se a Semana da Leitura que, este ano, teve como tema "Palavras do Mundo". Foi neste âmbito que tive oportunidade de apresentar a algumas turmas do 3º ciclo e Secundário o meu mais recente livro intitulado O Primeiro Voo, um romance protagonizado por uma jovem de 23 anos (Margarida) que decide partir para o estrangeiro. 

Foram várias as apresentações durante a semana. No CAIC (escola que frequento) tive oportunidade de apresentar o livro ao 8º e 9º anos na segunda-feira, enquanto que na quinta-feira foi a vez dos 10º e 11º anos conhecerem um pouco melhor a Margarida e a sua história. Além disto, na terça-feira estive durante toda a manhã na Escola Secundária José Falcão onde fui extremamente bem recebida por turmas de 8º, 10º e 11º anos. Uma manhã muito gratificante e divertida!

No decorrer de todas estas sessões pude partilhar com as diferentes turmas um bocadinho daquilo que tem sido o meu percurso na escrita e responder a algumas curiosidades relativas a todo o processo. Foi também possível revelar um pouco da personagem principal, uma mulher de coragem que nunca desiste de lutar, nem tão pouco de sonhar. Tal e qual borboleta a personagem arrisca um Primeiro Voo, e nisto, Espanha e França vão ser alvo de emocionantes palavras do Mundo. 

Acima de tudo, foi uma experiência muito engraçada e enriquecedora poder partilhar um pouco de mim e do meu livro. Espero que tenham gostado tanto quanto eu. 

 

  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:34

Mini-entrevista

por aesperaparavoar, em 01.02.15

Passado o mês de Janeiro é altura de dar as boas-vindas a Fevereiro! Assim, começo este novo mês a partilhar convosco uma mini-entrevista que me foi feita pela Mariana Pereira, aluna do 10º ano de escolaridade, que decidiu apresentar o meu livro na disciplina de Português e quis saber algumas coisas a meu respeito.

 

Mariana Pereira (MP) - Com apenas 16 anos já escreveu dois livros. Como lida com o reconhecimento das pessoas perante si e os seus livros?

Editei o meu primeiro livro aos 13 (anos). Editar pela primeira vez não é nada fácil, principalmente quando se tem 13 anos e se está na fase das dúvidas e das inseguranças. Acima de tudo eu era uma rapariga completamente anónima, e quando se é anónimo e inexperiente no meio é preciso saber lidar muito bem com o desencadear das coisas para conseguirmos que corra tudo bem a nível de publicação e divulgação do livro. No meu caso a divulgação do livro trouxe-me experiências óptimas e muito gratificantes, as idas à televisão, o aparecimento em alguns jornais, as apresentações em escolas, livrarias, bibliotecas e feiras do livro, e outras coisas que surgiram com o tempo. Foi assim que me tornei um bocadinho mais conhecida. Não me considero figura pública embora, hoje em dia, depois de já ter o segundo livro publicado, as pessoas já me comecem a conhecer um bocadinho e a abordar-me para falar dos livros e do facto de já ter publicado duas vezes com esta idade. Isso é muito bom, e gosto especialmente das críticas que fazem (as construtivas), porque são uma mais valia para eu poder evoluir.

MP - Como é que percebeu que o seu destino era ser escritora?

Bem, na verdade acho que o meu “destino” não é ser escritora. Nem sequer me considero escritora. Tenho muito respeito por quem faz da escrita uma profissão, com tudo o que isso implica. Eu escrevo de uma forma mais descontraída, e uso um bocadinho a escrita como uma catarse. Gosto de escrever, gosto muito aliás, mas, não me imagino a fazer da escrita uma profissão. Gostava, por exemplo, de ser jornalista ou apresentadora de televisão. Comunicar. Comunicar é a minha maior paixão, e embora queira ser médica, sinto que esta vertente da comunicação vai sempre fazer parte de mim.

Mas, respondendo à pergunta de outra forma, comecei a perceber que tinha algum talento para escrever devido aos meus professores do 2º ciclo que faziam questão de elogiar a minha expressão escrita e oral, e mais ainda depois de ter começado a publicar textos (em prosa e poesia) no blogue “Poesia a Brincar”, em 2010.

MP - Já pensou na história do seu próximo livro?

Para já ainda é cedo para pensar em publicar novamente. Estou centrada na divulgação deste segundo livro, um romance que me deu imenso prazer escrever. Criei uma intimidade muito grande com a personagem principal, a Margarida, quase como se ela existisse realmente e fossemos amigas. Além disso estou no 11º ano, este ano tenho exames e tenho tido sempre muitos testes e alguns trabalhos, portanto não tenho tido tempo suficiente para me dedicar à escrita de um próximo livro. Ultimamente quando escrevo faço-o no meu blogue (O diário de uma borboleta). Tenho já algumas ideias que surgiram com o tempo, mas nada suficientemente concreto.

 

1177 - Cópia.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:53

Conversas Com Sabor A Canela

por aesperaparavoar, em 17.01.15

Ontem foi um dia atribulado, mas, muito gratificante! O meu declarado problema em não conseguir dormir durante muitas horas levou a que me levantasse da cama ainda não eram 5h da manhã, mal eu imaginava que só me voltaria a deitar nela já depois das 2h! 

Depois de um dia de aulas (das 8h30 às 18h00) troquei o meu serão em casa por um bem mais interessante em Montemor-o-Velho, mais concretamente na Biblioteca Municipal Afonso Duarte. A Lurdes Breda, escritora conhecida e reconhecida e minha amiga, faz parte da equipa "Conversas Com Sabor A Canela", uma rubrica mensal que todos os meses reúne em Montemor um grupo de pessoas de diversas àreas para um serão de partilha e muita conversa! Neste mês de Janeiro a Lu decidiu convidar-me a participar e eu, que nem gosto nada destas coisas (mentira!!!!), aceitei logo ainda antes de saber ao certo o que me esperava, e ainda bem!

Estas "Conversas Com Sabor A Canela" são uma iniciativa aconchegante. 

Não gosto de discursos preparados, a menos que tenham mesmo de o ser por motivos de força maior. Sou a favor da espontaneiedade e de falar de acordo com o momento. Desta vez não foi excepção. Uma das coisas que disse à Lu quando cheguei foi que não tinha preparado nada em especial. E não. Mas a conversa surgiu muito naturalmente. 

Agradeço toda a simpatia e carinho com que fui recebida e também os "miminhos" com que me brindaram. Foi um prazer fazer parte deste serão tão especial. Mais uma experiência que me encheu o coração e me roubou vários sorrisos, e apesar de ter sido um dia cansativo, valeu a pena, sem qualquer dúvida!

 


IMG_20150117_080209[1].jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:09


A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Posts mais comentados