Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ama-te

por aesperaparavoar, em 01.02.16

Podes ainda não ter concretizado os teus sonhos, ou uma grande parte deles. Podes ter objetivos que ainda não conseguiste cumprir ou até mesmo vontades guardadas dentro de ti desejosas para serem concretizadas mas que, por um motivo ou por outro ainda não o foram. Podes não ser ainda a pessoa que queres ser. Podes não gostar do que vês no espelho quando te olhas nele. Podes sentir que estás perdida e que não sabes qual o caminho a seguir. Podes-te sentir a pior pessoa do mundo ou até mesmo alguém para quem a vida não faz sentido. Podes sentir tudo isto e achar que não vale a pena, que não tens forças para mais e conformares-te que a vida é esta rotina triste e desajeitada, mas não é. Há momentos difíceis e obstáculos que parecem insuperáveis. Na vida vão existir sempre esses obstáculos, habitua-te. Ah, e eles podem surgir quando menos esperas, por isso, não tentes prever tudo nem fazer planos exagerados a longo prazo. A vida vai pôr-te à prova e, há dias em que vais sentir-te derrotada, não tenhas medo, todos nós temos desses dias embora alguns tenham demasiado orgulho para o assumir. Todos temos fraquezas e momentos de receio, mas a coragem está precisamente em tomar a decisão de não desistir, de lutar cada dia. Luta por ti, pelo que te faz bem, pelo que te faz feliz. Ama-te. Só quando aprenderes a amar-te a ti mesma e quando estiveres em paz contigo própria é que vais conseguir amar os outros e estar em paz com eles também. Ser confiante não é ser convencida. Ser otimista não é ser irrealista. Sonhar com o que pode parecer impossível não é um pecado, mas atreve-te, não fiques só pelo sonho, corre atrás dele, esforça-te para que ele se torne realidade. Adversidades vão surgir sempre. Tudo na vida tem um lado bom e um lado mau, terás de aprender a conviver com isso e a tirar o melhor partido de cada um deles, com a certeza de que tudo é bagagem, experiências que levas contigo para onde quer que vás e que te tornam uma pessoa cada vez mais forte, mais madura, mais recetiva a aventuras e a sair da tua zona de conforto. Arrisca. Coisas incríveis acontecem quando te desafias a experienciar aquilo que jamais te imaginarias a fazer ou a viver. No teu percurso vais também cruzar-te com muitas pessoas, todas elas diferentes, todas elas com algo para te ensinar. Umas ficam na tua vida, outras vão, mas todas elas te marcam de alguma forma e te permitem aprender alguma coisa, seja pela positiva ou pela negativa. E assim tu vais também percebendo em quem podes confiar, com quem podes contar. Vão sempre haver pessoas prontas a deitar-te abaixo, pessoas que pretendem aproveitar-se das tuas fragilidades ou momentos menos bons para te martirizar e para te fazer sentir ainda pior, pessoas que não querem o teu bem nem se importam sequer se podes sofrer com o mal que te fazem, mas calma, também há pessoas que vão estar lá para ti quando precisares, que apesar dos teus erros vão continuar a amar-te, a apoiar-te, a respeitar-te, e a procurar que estejas bem e feliz. A propósito, respeita-te! Ah, e não tenhas medo de errar, mas tenta não cometer os mesmos erros vezes sem conta, ainda assim, é errando que se aprende. Não duvides de ti. És muito mais forte do que imaginas, és capaz de muito mais do que julgas, basta acreditares. Fá-lo por ti. Acredita em ti. Não tenhas dúvidas de que és bonita e de que tens bastantes capacidades. Tens qualidades e claro, defeitos como toda a gente os tem, não fiques a vida toda a lamentar-te por isso, aprende a viver com eles ou então faz o que estiver ao teu alcance para conseguires melhorá-los. Perdoa-te e não te aprisiones ao passado. Permite-te avançar no tempo, ainda há muito caminho pela frente. Respira fundo. Enche-te de força. Vai e vive. Vive a vida e aproveita-a o melhor que conseguires, e não te esqueças de sorrir, qualquer pessoa fica bonita a sorrir!

 

Resultado de imagem para tumblr baloiço

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:38

Voando pela vida

por aesperaparavoar, em 26.08.15

Há vida dentro de mim. Vivo-a com a intensidade com que costumo sentir as palavras, os gestos, os sorrisos e os olhares. Cada passo meu busca um caminho. Se por vezes não sei qual o caminho a escolher ou como chegar até ele, outras há em que tenho a certeza de que os meus passos são os certos. Foi por entre caminhos longos e algumas mudanças de rumo que me cruzei com pessoas que fizeram de mim alguém mais feliz, com mais para dar e com abertura para receber o que a vida e os outros têm para me oferecer. Aprender a confiar é um exercício que demora, uma caminhada em nada breve, que apresenta os seus percalços. Aos poucos vou confiando em mim e acreditando que a vida é mais leve se levada a sorrir, se nos permitir-mos dar e receber. Gosto do movimento da minha vida, gosto de viver por entre planos e coisas nada planeadas. Sentir a brisa... ter consciência de que o caminho é meu e ninguém o fará por mim, e por isso arriscar. Ir. Fazer. Sonhar e concretizar.

Faz tudo parte de aprender a conviver com quem somos e com quem nos rodeia. São desafios que a vida nos lança e que precisamos de agarrar. São coisas, por vezes pormenores, mas é o que nos faz ser felizes, mesmo quando a felicidade parece estar escondida algures. E é esta meia complexidade da vida que me fascina e que me motiva, que me faz querer abrir as asas e voar. E vou voando, tal e qual borboleta. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:40

Atreve-te a sonhar, mas não fiques por aí…

por aesperaparavoar, em 31.07.15

Um dia nós sonhamos e esses sonhos parecem-nos impossíveis. É como se vivessem no horizonte onde não temos a capacidade de chegar. Nós acreditamos nisso e vamos ficando, vamos-nos conformando em vez de lutar.

Com o passar do tempo esses sonhos vão ficando guardados, no coração, na memória, na vida que ficou por existir. Esperam. Esperam apenas uma oportunidade. Eles esperam que acreditemos neles, que os deixemos voar do casulo e acontecer. E por vezes somos nós que aprisionamos os nossos sonhos sem nos apercebermos, sem nos darmos conta que o impossível é apenas a desculpa que o nosso subconsciente arranja para nos poupar de lutar, de nos desafiarmos, de persistirmos, quando, na verdade, tudo isso é vida e faz parte dela. 

Atreve-te! Atreve-te a sonhar, mas não fiques por aí…

Ouve, não esperes nada de ninguém, nem que alguém faça por ti aquilo que tens de ser tu a fazer. Ninguém vai tomar certas decisões por ti. E esta é uma decisão que tens de ser tu a tomar.

Ouve, não desistas de ti. Não fiques à espera de chegar a algum lugar se tu própria insistes em ficar presa. Arrisca, e vive! Vive a vida que anseias viver. Desprende-te do passado, das memórias que insistem em deitar-te abaixo, dos comentários infelizes que ouviste, das lágrimas que choraste tantas vezes ao adormecer. Foi tudo uma lição. Foi graças a isso que hoje és forte o suficiente para mudar o rumo de uma história que não queres que seja a tua.

Ouve, eu sei que és capaz. Acredita em ti, porque tu és capaz. É incrível a força que temos dentro de nós e não sabemos. O poder que a nossa mente tem e ao qual não damos valor por não acreditarmos. Por isso, usa essas tuas capacidades. Arrisca. Nunca é tarde demais, sabes?!

E só mais uma coisa, não dependas de ninguém para ser feliz. Aprende primeiro a sê-lo sozinha e depois sim, partilha essa felicidade com quem te faz bem, com quem te ama e com quem tu amas. E sempre que tudo parecer estar a desabar de novo, sempre que o mundo parecer estar contra ti, ou até mesmo, sempre que te esqueceres do caminho a seguir, pára! Pára por uns instantes e pensa. Lembra-te, "desistir" é uma palavra que para ti não existe. E tu és mais forte do que imaginas, caramba, és uma lutadora!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:15

"Tenho em mim todos os sonhos do mundo"

por aesperaparavoar, em 18.01.15

Ai não que não tenho! E olhem, são muitos!Tenho-os todos guardados no seu devido lugar, à espera que eu ache que é o momento certo para investir neles. Gosto de fazer as coisas o melhor que sei e de dar tudo de mim para que assim seja, por isso, quando traço uma meta luto para a cumprir até sentir que esgotei todas as possibilidades. Sempre fui assim. Muito determinada quanto ao que quero. Há muita coisa que o tempo trouxe por acréscimo, coisas que eu nunca imaginei nem sonhei, mas agradeço cada uma delas, no geral foram todas surpresas agradáveis (é claro, também houve várias surpresas menos boas, mas essas deram-me e ainda hoje me dão força para continuar a lutar). Agradeço-me muitas vezes por ter esta "mania" de nunca deixar de tentar e de insistir naquilo em que acredito. De tentar sempre ver para lá do óbvio. Agradeço também o facto de continuar a acreditar que tudo se consegue, embora umas coisas mais facilmente que outras, e que os sonhos são um incentivo para a sua concretização. Sorrio. Acredito que ainda há muito mais para viver, para aprender e para sonhar! E quem sabe em breve vos traga algumas novidades...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:47

Coisas e Coisas

por aesperaparavoar, em 11.09.14

Hoje eu sei que há Coisas e Coisas. Há coisas que temos por direito, há coisas com que somos presenteados mesmo sem fazermos nada por elas, para as merecer, e há outras pelas quais temos de lutar muito. Felizmente nunca soube o que era ter de lutar para ter um prato de comida para comer, nunca me faltou água potável para matar a minha sede, nem água quente para poder tomar um banho, nem uma cama para dormir ou teto para me abrigar. Parecem coisas tão banais que às vezes nem lhes damos valor. É-me díficil saber e perceber que há pessoas que lutam por tudo isto, coisas que há partida nos devem ser dadas por direito. Há outras coisas que são do nosso dever. Entre elas está o dever de lutar por aquilo em que acreditamos, por aquilo que queremos, e de dar ao mundo um pouco de nós, para que possamos receber dele também. Nem sempre recebemos coisas boas, mas é por isso que a vida se torna desafiante. Com o tempo nós vamos tendo maturidade para escolher, para distinguir o bom do mau, o certo do errado, ainda que por vezes isso continue a ser um desafio constante. Há coisas que nos são oferecidas, mas eu continuo a achar que as melhores, e aquelas que nos dão mais estímulo e satisfação são as que NÓS conquistamos. E por vezes tudo depende de nós, e está nas nossas mãos fazer a diferença e lutar, porque a vida também é feita das lutas que travamos ao longo do tempo em que vivemos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:20

A vida

por aesperaparavoar, em 01.08.14

Antes eu costumava fazer planos, muitos planos.

Achava eu, ingénua, que podia controlar a vida ao pormenor.

Com o tempo eu percebi que a vida não se deixa controlar,

Ele surpreende-nos quando menos esperamos, sem nós estarmos a contar.

 

Hoje não faço planos de nada, 

Deixo a vida correr.

E não espero nada de ninguém,

Porque as pessoas têm o dom de nos surpreender.

 

Assim, vivo um dia de cada vez.

Luto pelo o que eu acho que vale a pena lutar,

E sonho, sonho para concretizar.

 

Sou feliz à minha maneira.

Uns dias mais que outros, confesso,

Mas o importante é que continue a sorrir,

E isso, é tudo o que eu peço.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12

Um pouco de mim...

por aesperaparavoar, em 26.07.14

Hoje falo-vos um pouco de mim. Há um mês atrás fiz 16 anos, todos diferentes, passados com um sorriso, pequeninos quando comparados com aqueles que ainda espero viver. Gosto muito deste dia, 26. O 2 é o meu número favorito e o 6 o número da sorte, embora nem sempre ela esteja do meu lado.

Cresci por entre brincadeiras inventadas e o ar puro da quinta da minha avó. E fui muito feliz. Não fosse hoje dia dos avós, aproveito para partilhar que os meus sempre foram pessoas muito especiais e presentes na minha vida. 

Com o tempo aprendi o valor dos afectos, e percebi que nem todas as pessoas nos fazem bem, algumas só se cruzam connosco para testar a nossa capacidade de ultrapassar os obstáculos, e de o fazer com um sorriso no rosto. Ainda hoje me acontece ter algumas desilusões por acreditar que as pessoas são algo que mais tarde demonstram não ser. Talvez a culpa seja minha que deposito expectativas nelas, ou então não, não sei.   Mas eu vou crescendo, um dia após o outro, sempre com vontade de concretizar sonhos (uns de menina, outros de agora), nem sempre estou como quero, também tenho dias difíceis, inseguranças e fraquezas, mas nada melhor para os ultrapassar do que força de vontade, persistência e acreditar que é possível, porque é.

 

_K6R2556.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57


A blogger


Os meus livros


Pensamento da semana


Leituras do momento


O blogue no facebook


As nossas visitas



Algumas parcerias




Deixe-me a sua mensagem

Web Analytics

O que já está para trás

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D