Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A viagem

por aesperaparavoar, em 13.08.15

Olho para trás num retorno ao meu passado. Não sou refém do  passado, mas foi ele que ditou muito do que sou. Foi nele que me construí e é a bagagem que trago comigo. Uma mala recheada de coisas boas e menos boas. Algumas verdadeiramente infelizes, mas foram sobretudo essas que me obrigaram a conhecer a força que tenho dentro de mim. Foi graças aos momentos difíceis que aprendi a dar mais valor aos pequenos gestos, às palavras ditas em silêncio, muitas vezes através do olhar, e claro, dos sorrisos, das gargalhadas genuínas que a vida nos permite.

É passado, inclui umas coisas melhor resolvidas do que outras, mas as pontas soltas vão sendo rematadas com o tempo, ou então, vão-se desapegando da malha, ainda assim, de vez em quando não resisto... perco-me nas  memórias de uma menina que, embora insegura, sempre soube muito bem o que queria. Uma viagem que acaba por nunca ser breve, não ouvessem tantas questões suspensas pelo passar do tempo, pelo que ficou por dizer ou fazer, e até pelas pessoas que por um ou outro motivo foram saíndo da nossa órbita. As lembranças, só por si, fazem-me parar e por momentos quase que volto a ser aquela menina outra vez. E o passado torna-se presente... O cheiro da terra remexida e os pés pretos de andarem descalços. O sorriso desinteressado de quem levava uma vida descomplicada. O brilho no olhar e a vontade de estar constantemente em movimento. O desconhecimento dos problemas e da sua dimensão. A inquietude de quem tem uma vida pela frente e sonhos para concretizar. A ingenuidade de quem ainda acredita em contos de fada, embora sempre tenha desconfiado deles. O desejo desenfriado de viver simplesmente porque a vida é bela. 

Saudades? Tenho muitas, mas não voltava atrás! Já vivi, já senti, já cheirei e saboreei. Já tive, já fui. Já passou. É claro que há sempre uma tendência de querer voltar e mudar as coisas, mas não é assim que a vida funciona, muito menos depois das nossas escolhas e decisões já terem influenciado tudo o que veio a seguir. É esse o desafio. Viver, com tudo o que isso implica.

Agora sigo o caminho para o qual a vida me foi encaminhando e que eu própria fui traçando, em parte. Um pouco daquela menina continua vivo em mim, o resto, vem na mala. E fora as lembramças, continuo em viagem, pela vida. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20

Para ti, com todo o meu amor

por aesperaparavoar, em 02.08.15

Recordo cada detalhe de ti. As recordações fazem-me esboçar um sorriso. Estou tão agradecida por te ter conhecido.

Tem dias em que saudade é tanta que o coração se sente apertado, pequenino demais. Tu já não estás aqui ao pé de mim, mas, eu tenho-te em mim. E não imaginas como fico feliz por ter tido oportunidade de te ter na minha vida. Só isso já me permite apaziguar o vazio que sinto pela falta que me fazes. É... Eu preencho-o com as tuas gargalhadas, com o brilho do teu olhar, com o calor que as tuas mãos me transmitiam, com os abraços demorados e os mimos que me faziam sempre sentir uma garota pequena num colo tão aconchegante como o teu. Memórias doces que guardo em mim. Lembranças que continuam tão presentes, mesmo tendo passado já tanto tempo. São elas que tornam a distância que nos separa um pouco mais suportável, e que me fazem ter a certeza de que, embora longe, continuas viva no meu coração.

O amor não morre nunca, muito menos este amor que sinto por ti - por quem foste (sobretudo por quem foste para mim), e por todos os momentos que partilhámos. 

Obrigada,

por teres sido forte até ao fim,

pelas lições que me ensinaste mesmo sem saberes,

pela felicidade com que sempre me abraçavas,

pelo carinho e ternura com que os teus olhos me olhavam,

pela doçura das tuas palavras,

pelas gargalhadas com que brindaste,

e por todos os sorrisos que me roubaste,

pelo aconchego do teu colo, 

e pela paciência com que brincavas comigo. 

Não me esqueço,

guardo tudo isto no meu coração e na pessoa que sou,

"isto" que, no fundo, não é mais do que amor.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29


A autora


Os livros


Pensamento da semana


Livro do momento


Deixe-me a sua mensagem

O que já está para trás

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D